Untitled Document

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

TERÇA-FEIRA, 21 DE NOVEMBRO DE 2017

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

20 de ABRIL de 2017

MS colhe 8,5 milhões de toneladas de soja e bate recorde histórico

A safra de soja 2016/2017 é a maior já registrada na história de Mato Grosso do Sul. Desde o início do plantio do ciclo, no dia 16 de setembro de 2016, a Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul) já projetava recorde na produção estadual. No entanto, a expectativa foi superada, segundo a Circular Técnica N° 205, a mais recente divulgada pela entidade.

O levantamento, publicado nesta quinta-feira, dia 20 de abril, aponta que o volume total produzido no Estado foi de 8,497 milhões de toneladas, alcançando, assim, a marca de 56,2 sacas de soja por hectare de produtividade. Esse resultado é 9,1% superior à média de produtividade registrada na safra anterior (2015/2016), que foi de 51,5 sc/ha.

Em relação à produção total, Mato Grosso do Sul colheu 7,601 milhões de toneladas no ano passado, mas em 2017 o resultado apresentou crescimento de 11,8% com as mais de 8 milhões de toneladas retiradas dos campos sul-mato-grossenses.

Bolso vazio

Para o presidente da Aprosoja/MS, Christiano Bortolotto, os resultados são excelentes tanto para o produtor rural, quanto para o Estado, que se beneficia economicamente com uma maior arrecadação. "No entanto, a situação é muito preocupante. Os números são positivos, mas a safra é muito ruim, péssima, em termos de rentabilidade. Alcançamos a produção de um grande volume de grãos, mas essa produção custou muito, saiu muito cara ao produtor", afirma Bortolotto. "O agricultor está saindo de bolso vazio desta safra, e isso só vai mudar se os preços pagos pela soja melhorarem", finaliza o presidente.

Destaques na produção

Entre os municípios sul-mato-grossenses, Maracaju continua à frente da produção da oleaginosa no Estado. Nesta safra 2016/2017, o município colheu 903 mil toneladas do grão, continuando à frente da cidade de Ponta Porã, segunda maior produtora, com 669 mil toneladas colhidas. Na safra 2015/2016, Maracaju alcançou volume de 842 mil toneladas e, Ponta Porã, 608 mil toneladas.

Confira o ranking dos cinco principais municípios produtores:

1- Maracaju: produção de 903.118 toneladas e produtividade de 58 sc/ha

2- Ponta Porã: produção de 669.401 toneladas e produtividade de 54,8 sc/ha

3- Sidrolândia: produção de 614.181 toneladas e produtividade de 52,9 sc/ha

4- Dourados: produção de 588.553 toneladas e produtividade de 56,5 sc/ha

5- Aral Moreira: produção de 406.468 toneladas e produtividade de 60,5 sc/ha



Fonte: Dourados News



» VEJA TAMBÉM!
POLíCIA  21/11/2017
Dourados- PMA captura sucuri de 3,5 metros (Vídeo)
POLíCIA  21/11/2017
Naviraí – Após desentendimento homem é assassinado a facadas   [...]
POLíCIA  21/11/2017
Naviraí - Homem é encontrado morto dentro de quarto
POLíCIA  21/11/2017
Casal fica ferido depois de carro capotar e sair da pista
POLíCIA  21/11/2017
Pasta base de cocaína que seria comercializada no Maranhão é apre  [...]

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Untitled Document
TáNaMídia Naviraí
Editor: Umberto Cardoso (Zum)
E-mail: zum@tanamidianavirai.com.br
Endereço: R. Jamil Salem, 27 CENTRO
Naviraí - MS - Brasil
+55 67 9956-1909