Untitled Document

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

SEXTA-FEIRA, 14 DE DEZEMBRO DE 2018

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

12 de MARÇO de 2018

Pecuarista paulista é multado por exploração ilegal de madeira

Durante fiscalização ambiental em uma fazenda no Distrito de Casa Verde, no município de Nova Andradina, Policiais Militares Ambientais de Batayporã localizaram neste sábado, dia 10 de março, embalagens de agrotóxicos que eram dispostas e armazenadas de forma irregular. As embalagens vazias e com agrotóxicos constituídas de tambores plásticos, caixas e sacolas estavam em um barracão aberto, misturados a produtos veterinários e produtos agrícolas, com riscos de contaminação do solo, pessoas e animais.

No local também não havia rótulos de risco, bem como livre acesso de pessoas e animais ao local onde estava o produto perigoso. A destinação das embalagens dos produtos perigosos contrariava as normas técnicas e a legislação ambiental, bem como a bula dos próprios produtos.

O dono da Fazenda, residente em Presidente Bernardes, no interior de São Paulo, foi notificado a tomar as providências para a destinação adequada dos produtos e resíduos perigosos, conforme determina a legislação.

A PMA também confeccionou um auto de infração administrativo e arbitrou multa de R$ 10.500,00 contra o fazendeiro. O infrator também poderá responder por crime ambiental de armazenamento ilegal de produtos perigosos, cuja pena é de um a quatro anos de reclusão.

Na propriedade, os Policiais ainda encontraram grande quantidade de madeira ilegal armazenada nas proximidades da sede da fazenda. Foram encontradas 1.200 estacas para cerca e 80 palanques da espécie Acapu, provenientes da Amazônia, sem a documentação ambiental. A madeira foi apreendida.

O produto florestal armazenado não possuía autorização ambiental (DOF – Documento de Origem Florestal), que é o documento legal para se ter em depósito ou transportar qualquer produto florestal. O infrator (foi autuado administrativamente e multado em R$ 11.100,00. Ele também responderá por crime ambiental, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção.



Fonte: Dourados News



» VEJA TAMBÉM!
GERAL  13/12/2018
Naviraí - Prefeitura mais uma vez antecipa e quita 100% do 13º Sal  [...]
POLíCIA  13/12/2018
Ladrão invade casa para roubar e obriga estudante a amarrar mãe an  [...]
GERAL  13/12/2018
Educação infantil está estagnada no país, conclui avaliação da  [...]
GERAL  13/12/2018
Renda agropecuária de MS fecha ano em R$ 32 milhões
GERAL  13/12/2018
Novo crediário para cartão é estudado para 2019, diz Febraban

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Untitled Document
TáNaMídia Naviraí
Editor: Umberto Cardoso (Zum)
E-mail: zum@tanamidianavirai.com.br
Endereço: R. Jamil Salem, 27 CENTRO
Naviraí - MS - Brasil
+55 67 9956-1909