Untitled Document

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

TERÇA-FEIRA, 25 DE SETEMBRO DE 2018

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

14 de AGOSTO de 2018

Fapems não se posiciona sobre problemas em concurso da PM

Candidatos foram a Depac registrar boletim de ocorrência - Foto: Foto: Valdenir Rezende / Correio do Estado

Mesmo após sete pessoas registrarem boletim de ocorrência contra a Fundação de Apoio a Pesquisa, ao Ensino e a Cultura de MS (Fapems), por conta da confusão no Concurso Público de Soldado da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, a fundação, que é organizadora do certame, não se manifestou sobre o problema ocorrido e como ficará a situação dos candidatos. Mais de 36 mil pessoas se inscreveram para o concurso.

Como noticiado pelo Correio do Estado, a prova foi aplicada  e na Uniderp, um dos locais onde era realizada a avaliação, um grupo de candidatos reclamou da falta de organização com o tempo de prova, que segundo eles, teriam sido prejudicados por conta disso. “[Fiscal] Disse que faltava 30 minutos para acabar a prova, mas em seguida, coordenador geral do concurso entrou na sala e disse que já tinha encerrado. Ela errou na contagem do horário”, afirmou um dos candidatos. A confusão ficou generalizada e foi preciso chamar apoio de policiais para conter a desordem.

Foi elaborada uma ata, que foi assinada por todos os participantes que estavam na sala, e foram informados que ela seria encaminhada para a Fapems que analisaria e tomaria a decisão acerca de possíveis desclassificações. 

Segundo o boletim de ocorrência, registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Centro, o Coordenador da Fapems, começou a gritar e ordenar a entrega dos gabaritos das provas imediatamente, senão todos estariam sumariamente desclassificados. “Ele apontou para as pessoas e disse que estávamos desclassificados, ele mandou a fiscal anotar nossas provas e nossos nomes”, denunciou outro candidato.

O caso foi encaminhado para a 1ª Delegacia de Polícia de Campo Grande e está sobre investigação.



Fonte: Correio do Estado



» VEJA TAMBÉM!
GERAL  25/09/2018
Avião que saiu do Peru com mais de 100 passageiros faz pouso força  [...]
GERAL  25/09/2018
Marcador biológico facilita diagnóstico da dengue hemorrágica
GERAL  25/09/2018
MEC cria novo módulo do Sisu para preencher vagas remanescentes
GERAL  25/09/2018
Fortaleza encara o São Bento podendo abrir larga vantagem na Série  [...]
GERAL  25/09/2018
PM preso há 13 anos com 3t de maconha é expulso da corporação  [...]

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Untitled Document
TáNaMídia Naviraí
Editor: Umberto Cardoso (Zum)
E-mail: zum@tanamidianavirai.com.br
Endereço: R. Jamil Salem, 27 CENTRO
Naviraí - MS - Brasil
+55 67 9956-1909