Untitled Document
QUINTA-FEIRA, 04 DE MARÇO DE 2021
16 de FEVEREIRO de 2021

Caminhoneiros bloqueiam rodovia após acidente que matou colega

Pista está bloqueada nos dois sentidos. - Crédito: (Kisiê Ainoã)

Após o acidente que matou o caminhoneiro de 55 anos, na segunda-feira, dia 15 de fevereiro, na rodovia MS-040, continuação da Avenida Três Barras, em Campo Grande, caminhoneiros fecharam os dois sentidos da rodovia para reivindicar melhorias na via.

De acordo com um dos organizadores, Philip Chaparro, o grupo quer chamar a atenção das autoridades para melhoria da rodovia que concentra grande fluxo de caminhões.

“A pista tem buraco nos dois sentidos, mesmo tendo sido recapeada a pouco tempo. Nós sabemos que o acidente de hoje não foi por conta dos buracos, mas isso acendeu um alerta em nós que passamos por aqui todos os dias praticamente”, disse Phillip.

Para o também caminhoneiro, Nilson Vilalva, a via virou um desvio para os motoristas que não querem pagar o pedágio na BR-163 e quem não conhece a rodovia acaba correndo um risco ainda maior de acidente.

“Tem muito veículo passando aqui, a pista foi ficando mais danificada. Tem que passar quase invadindo a outra pista para desviar dos buracos. Eu passo rente ao acostamento para evitar bater em quem vem no sentido contrário, mas quem não conhece a pista pode sofrer um acidente como esse de hoje”, declarou.

Quem precisou ficar parado em razão do protesto, concorda com o bloqueio, já que dessa forma acreditam chamar a atenção para o problema, como é o caso de Leonardo Veiga, que precisou parar o caminhão quando chegou no bloqueio.

“Acho correto, se fosse um colega próximo meu também faria porque só assim tem chance de resolver o problema”, disse ao site Campo Grande News.

Porém, para o motorista Rodrigo Santos, o protesto só atrapalha quem precisa trabalhar. “Pode ver o número de caminhões ai parados, isso só atrapalha quem precisa chegar no horário em outro local. Eu não sou caminhoneiro, mas trabalho na estrada também, não resolve”, afirmou.

A pista está sendo bloqueada com os próprios caminhões nos dois sentidos, próximo ao Km-3 e não tem hora para ser liberada. Em 40 minutos, aproximadamente, a fila de carros já chega aos 2 quilômetros. Segundo Phillip, o protesto será pacifico até conseguirem as melhorias.

“Há dois meses entrei em contato com a secretaria de infraestrutura, até agora não houve melhorias, Vamos fazer o protesto pacifico, mas se não resolver vamos ser mais brutos, queremos chamar a atenção das autoridades para evitar o pior”, finalizou Phillip.

Acidente

O caminhoneiro morreu após o caminhão caçamba que ele dirigia bater de frente com outro veículo de um colega na rodovia. A família não autorizou a divulgação da identidade da vítima.

Ele estava a caminho da empresa quando um dos pneus dianteiros do veículo estourou e ele perdeu o controle da direção, invadindo a pista contrária, onde estava o outro caminhão, conduzido por jovem motorista, conhecido da vítima.

Os dois automóveis baterem quase que de frente, o caminhão com o pneu estourado saiu da pista e o motorista foi arremessado a cerca de 10 metros do local onde o veículo parou.

Já o caminhão, conduzido pelo motorista de 23 anos, que saiu ileso e não quis se identificar, estava carregado com areia. Parte do material ficou espalhado na pista. O rapaz disse que apesar da pouca idade, é experiente, mas muito abalado, afirma que não teve o que fazer. "Ouvi o barulho, vi o pneu estoura e ele vindo para a minha pista. Mas, foram segundos. Não tive o que fazer"

 



Fonte: Dourados News



» VEJA TAMBÉM!
POLíCIA  04/03/2021
Membros do PCC colocam dinamite em muro de presídio da fronteira com MS para fuga
GERAL  04/03/2021
Naviraí recebe serviços e ações de melhoria na rede elétrica
POLíCIA  04/03/2021
Rapaz faz grupo de WhatsApp para traficar e é preso ao receber droga pelos Correios
ENTRETENIMENTO  04/03/2021
Veja a previsão do Horóscopo para hoje 04 de março
GERAL  04/03/2021
Naviraí-Novo decreto fecha comércio e coloca população em casa no sábado e domingo
Untitled Document
TáNaMídia Naviraí
Editor: Umberto Cardoso (Zum)
E-mail: zum@tanamidianavirai.com.br
Endereço: R. Jamil Salem, 27 CENTRO
Naviraí - MS - Brasil
+55 67 9956-1909