Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 13 DE JULHO DE 2020
19 de JUNHO de 2019

Em menos de uma semana, cinco pessoas morrem por gripe em MS

(Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

Em seis dias mais cinco pessoas morreram vítimas de Influenza (H1N1, H3N2 e Influenza B) em Mato Grosso do Sul. De acordo com informações da SES (Secretaria de Estado de Saúde), ao todo já são 22 pessoas mortas por gripe, contra 17 divulgada no último boletim epidemiológico.

Os dados divulgados na semana passada contabilizaram os mortos até o dia 12 de junho. Porém, até segunda-feira (17) o número aumentou mais cinco casos.

Até agora 11 cidades de Mato Grosso do Sul registraram mortes pela doença. São elas: Corumbá, Três Lagoas, Aquidauana, Inocência, Rio Verde de Mato Grosso, Campo Grande, Porto Murtinho, Mundo Novo, Água Clara, Naviraí e Bonito.

Os novos casos foram registrados em Campo Grande (que agora tem três mortes), Três Lagoas (totalizando seis óbitos), Aquidauana (duas mortes), Naviraí (uma morte) e Bonito (uma morte). Conforme o último boletim epidemiológico emitido pela SES, os casos confirmados da doença já chegaram e 84 em todo o Estado.

Um dos casos

Um dos cinco casos registrados nesses últimos seis dias foi o de Antônio Onofre Coenga, de 59 anos, que estava internado no Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian, em Campo Grande, e morreu na sexta-feira (14).

Segundo informações do Hospital, o paciente estava internado no CTI (Centro de Terapia Intensiva) Adulto e até sexta-feira, a gripe H1N1 era apenas uma suspeita. Entretanto, exame coletado em Bela Vista confirmou a doença.

Inicialmente, Antônio foi internado em Bela Vista – a 324 km de Campo Grande –, e depois encaminhado para o HU da Capital. Ele tinha diversos problemas de saúde, o que poderia ter levado à complicações pela gripe H1N1.

Prevenção

A SES orienta que pacientes com tosse, febre, dor de garganta e dores nas articulações, dores musculares ou de cabeça devem procurar atendimento médico com urgência, em especial os que possuem alguma comorbidade, como os doentes crônicos ou imunodeprimidos.

Hábitos simples podem diminuir a circulação do vírus da gripe. Ainda conforme a orientação da SES, as pessoas devem: higienizar as mãos com frequência, utilizar lenço descartável para higiene nasal, cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir, higienizar as mãos após tossir ou espirrar,  evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca, não partilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal, evitar aperto de mãos, abraços e beijo social, reduzir contatos sociais desnecessários e evitar, dentro do possível, ambientes com aglomeração, evitar também visitas a hospitais e ventilar os ambientes.



Fonte: Midia Max



» VEJA TAMBÉM!
POLíCIA  13/07/2020
Atirador baleou criança de quatro anos na cabeça ao abrir fogo para matar ex-mulher
GERAL  13/07/2020
Brasil registra média diária de 1.036 mortes por coronavírus
GERAL  13/07/2020
Projeto permite contratação de médicos estrangeiros ou sem diploma nacional
GERAL  13/07/2020
Embrapa coleta bactérias e fungos com potencial econômico na Amazônia
POLíCIA  12/07/2020
Naviraí-Acidente na BR-163 envolvendo carreta e moto deixa duas vitimas fatais
Untitled Document
TáNaMídia Naviraí
Editor: Umberto Cardoso (Zum)
E-mail: zum@tanamidianavirai.com.br
Endereço: R. Jamil Salem, 27 CENTRO
Naviraí - MS - Brasil
+55 67 9956-1909