Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 11 DE AGOSTO DE 2020
25 de JUNHO de 2020

Polícia desmonta quadrilha formada por presos soltos na pandemia

Integrantes da quadrilha quando chegavam à sede do SIG, em Dourados (Foto: Adilson Domingos)

Dois presos beneficiados por decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) e soltos em março deste ano por causa da pandemia do novo coronavírus integravam quadrilha de arrombadores de estabelecimentos comerciais desmantelada pela Polícia Civil em Dourados.

Com antecedentes criminais por tráfico de drogas e furtos, Hudson Salateski e Marcus Vinícius Rios de Lima foram indiciados por participação nos furtos, mas colocados em liberdade. A polícia vai pedir a prisão preventiva deles.

Além dos dois ex-presidiários, a quadrilha era formada por três adolescentes e por Matheus Marcon Santana e Alex Santos de Andrade, que ficou preso porque havia contra ele um mandado de prisão expedido pela Justiça por receptação e furto. Santana tinha sido preso recentemente com 20 quilos de maconha e também estava em liberdade.

De acordo com o delegado Rodolfo Daltro, a quadrilha é acusada de vários furtos, entre os quais o arrombamento de um supermercado da região oeste da cidade, em fevereiro deste ano, de onde os bandidos levaram um cofre. O bando também é apontado como responsável pelos furtos em restaurante e loja de informática.

Depois do arrombamento do supermercado, a quadrilha voltou a agir agora em junho, quando dois integrantes, após escalarem o muro, entraram no restaurante localizado na Rua Ponta Porã e levaram o dinheiro do caixa, bens diversos e todo o estoque de vinho que seria comercializado no Dia dos Namorados. Na semana passada, o bando invadiu loja de informática localizada no Jardim Flórida.

Conforme o delegado do SIG, além desses crimes, desde o início deste ano os moradores do residencial Estrela Tovi, na região oeste, estavam sendo aterrorizados pela gangue que constantemente ameaçava trabalhadores e disparava tiros.

“As investigações do SIG elucidaram a autoria dos furtos, sendo que os autores, detentores de extensa ficha criminal, confessaram os crimes. Eles também são integrantes do bando que tem causado pânico no Estrela Tovi”, explicou Rodolfo Daltro. O revólver usado pela quadrilha foi extraviado em uma briga recente. A polícia mantém as buscas para localizar a arma.

“Na delegacia, eles disseram que ninguém fica preso por fazer caxanga, como é conhecida a prática do furto no meio da criminalidade”, disse o delegado. Dos quatro adolescentes, um foi apreendido e os outros três liberados.

 



Fonte: Campo Grande News



» VEJA TAMBÉM!
GERAL  11/08/2020
Sob questionamentos, Rússia anuncia primeira vacina contra o novo coronavírus
GERAL  11/08/2020
Mãe e filha recebem alta após atropelarem 3 vacas na rodovia
GERAL  11/08/2020
Safra 2020 será de 250,5 mi de t, resultado 3,8% maior ante 2019, diz IBGE
GERAL  11/08/2020
Corpo de mulher é encontrado em imóvel abandonado de Corumbá
GERAL  11/08/2020
Nelson Trad vai acompanhar Temer em missão de ajuda ao Líbano após mega-explosão
Untitled Document
TáNaMídia Naviraí
Editor: Umberto Cardoso (Zum)
E-mail: zum@tanamidianavirai.com.br
Endereço: R. Jamil Salem, 27 CENTRO
Naviraí - MS - Brasil
+55 67 9956-1909