Untitled Document
TERÇA-FEIRA, 15 DE JUNHO DE 2021
10 de JUNHO de 2021

“Vai tudo para o lixo” dizem donos de floriculturas sobre ordem para fechar

Floriculturas investiram alto nos estoques para vendas do Dias dos Namorados e agora temem prejuízo
Buquês de flores preparados para o Dia dos Namorados. (Foto: Marcos Maluf)

A bandeira cinza pegou muita gente de surpresa, principalmente os setores que contavam com o Dia dos Namorados para recuperar os prejuízos da redução das vendas durante a pandemia de covid-19, mas para quem tem o estoque específico e perecível para a data o “tombo” vai ser maior.

Nas floriculturas, mesmo com o delivery liberado, os empresários garantem que perda do estoque preparado para a data também vai gerar prejuízo de até 70% . Em uma das lojas da Capital, por exemplo, o dono diz que investiu R$ 40 mil. Adriano Cortes de Mendonça, 47 anos, afirma que por serem perecíveis, muita coisa vai ir para o lixo, porque contava com os namorados que aparecem na loja para comprar.

“Vou levar um prejuízo grande. Muitos produtos tem prazo de validade. É uma semana para vender uma flor. Não tem como se safar, vai tudo para o lixo. O delivery não é a mesma coisa nessa época.”, disse Adriano.

Adriano Cortes investiu R$ 40 mil em produtos para o Dia dos Namorados. (Foto: Marcos Maluf)

Adriano Cortes investiu R$ 40 mil em produtos para o Dia dos Namorados. (Foto: Marcos Maluf)

Para ele a medida de fechar atividades não-essenciais podia esperar pelo menos o fim de semana, para que quem preparou não tivesse tanta perda.

“É uma situação que já vinha piorando, mas deixaram chegar no extremo para vir a medida. Poderia fechar no domingo, 90% das nossas vendas acontecem na véspera e no Dia dos Namorados”, desabafou o empresário.

Assim como ele, os irmãos e sócios Thiago Rosa, 32 e Bruno Rosa, 29, começaram os preparativos para o Dia dos Namorados no mês de março e para eles o estoque vai mesmo para o lixo.

“Se tivessem avisado antes, não teríamos investido tanto. Dia dos Namorados, depois do Dia das Mães é uma data muito esperada. O que sobrar do estoque e não conseguirmos vender vai mesmo para o lixo”, disse Thiago.

Bruno não sabe se ri ou se chora com decreto da bandeira cinza. (Foto: Marcos Maluf)

Bruno não sabe se ri ou se chora com decreto da bandeira cinza. (Foto: Marcos Maluf)

“É diferente de fechar lojas de roupas, porque aqui se não vender estraga. Todos dependem da data. Ia dar um fôlego. Agora a gente não sabe se ri ou chora”, afirmou Bruno.

Nova no negócio, Cláudia Cavalieri, 23 anos, abriu uma floricultura há poucos meses e apostava nas vendas do sábado para ter um fôlego.

“Investi cerca de R$ 40 mil, se fecha tudo as vendas caem. É uma situação critica. Entendo o momento, mas podiam esperar o domingo ou a segunda. O Dia dos Namorados é uma data muito esperada. Prejuízo de 70% do valor investido, não sei nem como vou me recuperar”, afirma Cláudia. 



Fonte: Campo Grande News



» VEJA TAMBÉM!
POLíCIA  15/06/2021
Iguatemi-Polícia Militar prende homem com quase 480 kg de maconha
GERAL  15/06/2021
Saneamento: Caminhões customizados da MS Pantanal chegam a Naviraí e Nova Andradina
ENTRETENIMENTO  15/06/2021
Veja a previsão do Horóscopo para hoje 15 de Junho
POLíCIA  15/06/2021
Mundo Novo-Traficantes fogem e deixam mulher com mais de 16 quilos de cocaína
GERAL  15/06/2021
Naviraí recebe viatura 0km para ações de resgate do Corpo de Bombeiros
Untitled Document
TáNaMídia Naviraí
Editor: Umberto Cardoso (Zum)
E-mail: zum@tanamidianavirai.com.br
Endereço: R. Jamil Salem, 27 CENTRO
Naviraí - MS - Brasil
+55 67 9956-1909