Untitled Document
SEXTA-FEIRA, 22 DE OUTUBRO DE 2021
14 de OUTUBRO de 2021

Narcotraficante é suspeito de ordenar chacina em Pedro Juan Caballero

Investigado de participar de chacina que matou quatro pessoas em Pedro Juan Caballero (Imagem: Divulgação)

Durante operação da Polícia Nacional do Paraguai no presidio Regional em Pedro Juan Cabalerro, o narcotraficante Faustino Román Aguayo Cabañas foi flagrado nesta quinta-feira (14) com a namorada na cela onde cumpre pena, ele que é um dos principais  suspeitos ligado com o ataque, que deixou entre as vítimas a filha do atual governador de Amambay Ronald Acevedo, Haylee Carolina Acevedo Yunis, 21, Osmar Vicente Álvarez Grance, o “Bebeto”, e as estudantes de medicina Rhamye Jamilly Borges de Oliveira, 18, e Kaline Reinoso de Oliveira, 22, que morava em Dourados.

Preso desde maio deste ano, Faustino Aguayo, quando se entregou ao juiz Mirko Valinoti, o investigado vive com mordomia no presídio Pedro Juan Caballero. O promotor Marcelo Pecci, que acompanha a operação, informou que o objetivo é encontrar evidências relacionadas à chacina, mas serviu para revelar o favorecimento ao preso. “Muito luxo mesmo, são pessoas que estão aproveitando todo o conforto”, disse Pecci à mídia do Paraguai sobre a cela do traficante.

Um dos fatos curiosos durante a operação é que a namorada de Faustino, Mirna Keldryn Romero Lesme, 22, encontrada na “cela de luxo” com TV e cama box, é filha do braço direito do prefeito reeleito de Pedro Juan Caballero José Carlos Acevedo, irmão de Ronal Acevedo e tio de Haylee Carolina, morta na chacina.

Faustino Román Aguayo mantinha ainda três telefones celulares na cela de luxo. As buscas foram determinadas pelo Ministério Público à procura de evidências sobre os mandantes da chacina.

O comissário da Polícia Nacional César Silguero informou que o resultado das buscas na cela de Aguayo ainda serão divulgados, pois a vistoria no presídio continua.

Se entregou – Faustino Ramón Aguayo era quase desconhecido até 2019, quando a Senad (Secretaria Nacional Antidrogas) fez três grandes apreensões no âmbito da Operação Polaris, nas cidades de Sargento José Félix López (conhecida como Puentesiño) e Yby Yaú.

A investigação mostrou que Faustino Aguayo era o dono das quase três toneladas de maconha. Em setembro daquele ano, a Senad fez outra operação contra a estrutura do traficante e prendeu nove policiais paraguaios que blindavam o esquema.

No dia 27 de maio de 2021, Faustino Ramón Aguayo se entregou e foi levado para a Penitenciária de Pedro Juan Caballero.



Fonte: Dourados Informa



» VEJA TAMBÉM!
POLíCIA  22/10/2021
Casal e amigo são presos com 24 quilos de cocaína onde moravam com criança de 1 ano
POLíCIA  22/10/2021
Marceneiro é sequestrado e passa 16h amarrado em matagal
POLíCIA  22/10/2021
‘Aqui é 1533’: homem agride com socos dono de motel ao se recusar a pagar conta
GERAL  22/10/2021
Final de semana tem previsão de tempestade com ventos de até 100 km/h em Mato Grosso do Sul
ENTRETENIMENTO  22/10/2021
Veja a previsão do Horóscopo para hoje 22 de outubro
Untitled Document
TáNaMídia Naviraí
Editor: Umberto Cardoso (Zum)
E-mail: zum@tanamidianavirai.com.br
Endereço: R. Jamil Salem, 27 CENTRO
Naviraí - MS - Brasil
+55 67 9956-1909