Untitled Document
SEGUNDA FEIRA, 29 DE NOVEMBRO DE 2021
25 de NOVEMBRO de 2021

Itaquiraí-Mãe diz que postou vídeo do namorado beijando menina em lancha quando estava 'muito bêbada'

Foto:(Reprodução)

A mãe da menina de 6 anos, que foi abusada em um passeio de lancha no Rio Paraná, na cidade de Itaquiraí, já prestou depoimento ontem,  quarta-feira (24) após o assassinato de Rosinaldo de Andrade Messias, de 41 anos, que aparece em imagens beijando a enteada. Ele foi morto com um tiro na nuca na noite de terça-feira (23).

Segundo o delgado da Polícia Civil, Eduardo Lucena, a mulher vivia maritalmente com Rosinaldo há apenas 3 meses e contou estar bêbada no dia em que postou as imagens do homem beijando a filha dela, e que nunca havia notado nenhum comportamento estranho do marido em relação às filhas, de 12, 6 e 1 ano. As imagens foram gravadas no último domingo (21).

Ela ainda contou que estavam todos embriagados na lancha e postou o vídeo no status do seu WhatsApp, que acabou sendo compartilhado por outras pessoas. As imagens viralizaram e, após isso, Rosinaldo passou a receber várias ameaças de morte. Ainda de acordo com o delegado, no dia do crime, o casal foi levado até a delegacia onde prestou depoimento e foi liberado, já que não havia flagrante.

O delegado diz ter feito o pedido da prisão de Rosinaldo, mas, antes da Justiça expedir o mandado, ele acabou assassinado com um tiro na nuca. O Conselho Tutelar retirou as crianças do convívio familiar ainda na terça, antes do crime.  Além da mãe da criança, todos que estavam no barco serão ouvidos na delegacia por suposta omissão.

Em depoimento especial, a menina que aparece sendo abusada no vídeo não relatou nenhum outro abuso anterior por parte de Rosinaldo, mas tudo será investigado, disse Eduardo Lucena. 

O assassinato

A mulher de Rosinaldo contou que, no dia do crime, os dois estavam em casa e o marido ao telefone, sendo que ela ouviu chamarem no portão e em seguida o criminoso entrou, chutou a porta e fez o disparo contra a vítima que morreu no local.

Com medo, a mulher fugiu e se escondeu em uma casa abandonada na região, sendo localizada pelos policiais e levada para a delegacia. Ninguém foi visto saindo da casa após o crime. Reforço policial teve de ser acionado após vários populares terem ido ao local para queimarem a casa e o corpo que estava na residência. 

Horas após o homicídio, os autores do crime foram identificados. Equipes policiais fazem buscas pelos suspeitos e informações indicam que ao menos duas pessoas teriam participado do assassinato.

Conforme o delegado Eduardo Lucena, uma pessoa teria feito o disparo de arma de fogo enquanto a segunda seria um comparsa que acompanhou e participou do crime. 



Fonte: Midia Max



» VEJA TAMBÉM!
GERAL  29/11/2021
TCU investiga médico de MS por “ganhar” R$ 1 milhão como presidente do CFM
GERAL  29/11/2021
Polícia identifica homem que ficou gravemente ferido após bater em carreta
POLíCIA  29/11/2021
Douradense perde quase R$ 3 mil em golpe de falsa consultoria
GERAL  29/11/2021
Réus por incêndio na boate Kiss começam a ser julgados na quarta-feira
GERAL  29/11/2021
Governo autoriza compra de 2 helicópteros no valor de R$ 63 milhões
Untitled Document
TáNaMídia Naviraí
Editor: Umberto Cardoso (Zum)
E-mail: zum@tanamidianavirai.com.br
Endereço: R. Jamil Salem, 27 CENTRO
Naviraí - MS - Brasil
+55 67 9956-1909